Navigation Menu

                          ABOUT GOSH                 THE BLOGGERS                 WHERE TO BUY

OH MY GOSH | TRENDS



Moda, beleza, decoração, alimentação e viagens. No artigo de hoje trazemo-vos aquelas que serão as maiores tendências para 2016. A segunda semana do ano está agora a terminar e nada melhor do que entrar em fim-de-semana inspirados, não é? Por isso preparem-se, peguem no caderno e tomem nota: as top trends para este ano são...










Moda. Veludo. Veludo em todo lado. Veludo em tudo. Assim de repente, temos veludo em chapéus e demais acessórios, veludo em botas, calças de veludo, camisolas e camisas aveludadas (...) e até em roupa interior. Parece que a tendência dos veludos veio para ficar e resta-me aplaudir — já que adoro a textura e apresentação do material. Deixo-vos com algumas imagens e sugestões de como poderão utilizar as vossas peças em veludo, com a pequena nota de rodapé para que as usem com moderação (apesar de na imagem de cima o resultado ficar genial, na verdade ninguém quer vestir veludo dos pés à cabeça).

Cabelos Tuck-in. Já ouviram falar? Pois bem, esta foi uma tendência que começou a despertar o ano passado e parece que feio para ficar, pelo menos até ao Inverno terminar. Uma das principais impulsionadoras desta hair trend é a Olivia Palermo, mas depressa a moda se associou às it girls do momento. Tuck-in é, no fundo e tão simplesmente, manter o cabelo preso dentro da própria roupa (camisolas, casacões, malhas, cachecóis...). Uma banalidade, uma trivialidade — que nos acontece quase todos os invernos — e que agora virou moda. É de aproveitar, já que assim conseguimos proteger o cabelo do vento e chuva.


Maquilhagem. Para o arranque de 2016 há, pelo menos, três tendências que eu adoro e que tinha, por isso, de destacar.  São elas o olhar pintado de azul, as pestanas mega destacadas e a ideologia da Branca de Neve — tez pálida e lábios bem vermelhos. 

O eyeliner azul, aplicado em mais ou menos quantidade, na linha de água ou na pálpera, de tom mais suave ou mais eléctrico, é um boost tremendo ao olhar e pode ser utilizado tanto no inverno, com malhas e lãs quentes, que gritam por tons frios, como no verão, para um sunset na praia, em tons corais e tropicais, como já vos mostrei aqui. Vimos esta tendência em vários desfiles (Boss, Chanel ou Marc Jacobs, por exemplo) e parece que veio para ficar. 

O destaque deste ano vai ainda para as pestanas. Estas vão usar-se longas e com a merecida atenção e realce. Apostar em boas máscaras, com várias camadas é a chave para um olhar de sonho.

Pele branca como a neve, lábios vermelhos como o sangue. A máxima Branca de Neve é uma top trend quando analisamos os desfiles de Céline, Nina Ricci ou Oscar de La Renta, por exemplo. Nos dias mais frios de 2016 a pele quer-se branca, imaculada, hidratada e matificada. Já os lábios querem-se marcados, bem desenhados e em tom carmim.











Casa. Já vos tinha falado por aqui que a casa — e a decoração da casa — ia ser fortemente influenciada pelas cores do ano. Contudo, acabamos por nos aperceber que há também uma linha transversal que atravessa as tendências deste ano, aplicadas à moda e beleza, e as transporta para os ambientes de design e interiores. 

Por exemplo os azuis, que já os vimos a pintar o olhar de muitas modelos em desfiles e agora são aplicados em peças e projectos de decoração. Será uma cor de aposta segura, este ano. Assim como os rosas e tons pastel — muito por influência da selecção da PANTONE ® para a cor do ano 2016.

Viagens. De acordo com a Lonely Planet, em 2016 o top dos destinos de viagem é liderado pelo Japão e Estados Unidos, mais especificamente por Tóquio e Nova Iorque.




Tanto uma como outra me fascinam — e embora não acredite muito que as vá conhecer este ano — para muitos turistas e viajantes entusiastas, estes são dois dos destinos mais procurados para este 2016.





Alimentação. Já não é de agora e tão pouco deveria ser considerado uma tendência. Já todos nós nos temos vindo a mentalizar de que urge a máxima importância de ter cuidado com aquilo que comemos. Aliando uma alimentação saudável a um estilo de vida não sedentário é meio caminho andado para atingirmos um bem-estar pleno. Por isso vamos ver em 2016, e cada vez mais, maior oferta de produtos biológicos, de produções independentes e vários mercados de rua, onde poderemos fazer as nossas compras, com maior consciência. 




Da alimentação saudável a um estilo de vida ecológico é um passo; e um passo bem importante. Aliás, em 2016 vemos a maior necessidade de estabelecer algumas exigências, pelo nosso bem e pelo bem do planeta. Por isso, se procuramos produtos de alimentação sem químicos e afins, porque não não optar por produtos que sejam livres de testes em animais? Esta também deveria ser a nossa preocupação para 2016 e por aqui podem ficar descansados que a Gosh Não Faz Testes em Animas! Um plus gigante e um forte incentivo, não acham?

0 comentários: